A escolha do objetivo da sua pesquisa

Duas questões muito comuns em bancas de defesa de TCC e nas avaliações dos artigos são:

Por isso, é preciso indicar o que você pretende com seu trabalho em três lugares: no resumo, na introdução e nas considerações finais.

Se ele não for muito claro, sua pesquisa será confusa. Se ele for muito amplo, seu trabalho ficará incompleto. Como é possível abordar vários aspectos de tema é preciso recortar o tema, delimitar o objeto, focando em uma parte do assunto.

Qual pergunta você gostaria de responder com seu trabalho?

Escolhendo o título do seu artigo

Os títulos de artigos científicos devem ser muito informativos. Eles devem indicar qual o objetivo do artigo e, se possível, os aspectos principais da metodologia adotada. Por isso, eles tendem a ser longos e detalhados.

A estratégia mais comum para deixar o título mais atrativo é dividi-lo em título e subtítulo, separados por dois pontos. Outra estratégia, é usar uma pergunta no título e/ou no subtítulo. Veja alguns exemplos:

O resumo do seu artigo

O resumo é uma parte decisiva do seu artigo. Quando estamos pesquisando um assunto, lemos dezenas de resumos para só então decidir quais serão aqueles artigos que realmente leremos do começo ao fim. Por isso, o resumo deve servir como uma miniatura do seu trabalho.

Portanto, o resumo não é uma introdução ao artigo, mas sim um substituto dele, resumindo os aspectos mais importantes. Por causa disso, todo resumo deve incluir três aspectos do seu trabalho:

No caso dos artigos de revisão, como o que você deve escrever para a disciplina, a metodologia é mais simples. Basta escrever algo como: "a metodologia adotada é a revisão de literatura a partir do Google Acadêmico". Em outra frase, você pode apresentar o roteiro do artigo, isto é, a indicação de seções em que artigo está dividido e qual o conteúdo delas (por exemplo, "o artigo está dividido em quatro seções, além da introdução e das considerações finais. A primeira delas apresenta (...). A seção seguinte analisa (...)")..

O resumo deve ter apenas um parágrafo e no máximo 400 palavras.

A estrutura do seu artigo

A estrutura básica de um artigo é a seguinte:

A introdução deve conter a apresentação do objetivo, sua contextualização e justificativa. Além disso, no último parágrafo é comum apresentar um roteiro do artigo indicando o conteúdo de cada uma das seções. A introdução normalmente não é muito longa, ficando em torno de 5 parágrafos. Aqui está uma sugestão de conteúdo:

Deve haver no mínimo duas seções entre a introdução e as considerações finais, mas não há limite máximo.

Na segunda seção é comum encontrar as definições dos principais conceitos importantes para seu tema (p. ex., o que é ICMS, o que é passivo não circulante etc.). Este é seu referencial teórico.

Nas seções seguintes, apresente o conteúdo dos artigos que você pesquisou. Você pode ir misturando e comparando as ideias de diferentes artigos para organizar o assunto da maneira que conseiderar mais interessante.

Se for citar muitos dados, a maior parte deles deve estar em tabelas e gráficos, não no texto. Sempre que possível, apresente os dados em forma de proporções (isto é, porcentagens ou números relativos), variações (mudanças percentuais) e/ou rankings.

As considerações finais normalmente têm três ou quatro parágrafos. Apenas resuma os resultados do seu texto de maneira clara, não apresente ideias novas. É comum indicar limitações de sua pesquisa e sugerir pesquisas futuras.

Os artigos empíricos

No caso de artigos empíricos, a metodologia apresentada no resumo é mais detalhada. Ela deve indicar:

O artigo empírico normalmente segue a seguinte estrutura: