Orientações sobre as apresentações

Orientações sobre as apresentações

  • duração: de 5 a 10 minutos.

  • use pouco texto nos slides. Não escreva parágrafos inteiros, mas sim tópicos, fragmentos de frases, apenas o essencial.

  • deve haver um slide para cada um dos seguintes itens: título, objetivo (problema de pesquisa), considerações finais e referências utilizadas na apresentação (em ordem alfabética). Entre os objetivos e as considerações finais, você tem liberdade para decidir quantos slides utilizar para apresentar seu conteúdo.

  • não leia os slides durante sua apresentação.

  • faça chamadas nos slides onde houver citações indiretas ou diretas. Coloque as chamadas no canto inferior direito.

  • use imagens ilustrativas, gráficos e tabelas. Isso deixa os slides mais interessantes.

  • no slide de referências, você pode colocar apenas as referências que citou na apresentação ou todas as referências utilizadas no trabalho. Fica à sua escolha.

  • treine a apresentação, grave pelo menos dois vídeos de você apresentando sozinho em seu quarto. Há pessoas tímidas, mas que falam muito na apresentação, se perdem em detalhes. Há pessoas extrovertidas, mas que acabam falando rápido demais, esquecendo coisas. Há pessoas que estão dominando o assunto, mas, na hora de falar, não conectam bem as ideias do texto. Por isso, treinar é essencial.

  • Os ensaios ajudam também em um outro problema que pode acontecer: gastar muito tempo da apresentação com o que não é essencial e falar pouco sobre os pontos mais importantes.


Critérios de avaliação das apresentações

  • organização: apresentação com começo, meio e fim; capacidade de síntese; clareza na exposição etc. (10 pontos).

  • domínio do conteúdo: precisão, desenvoltura e consistência ao expor fatos e argumentos; conhecimento sobre as fontes utilizadas etc. (10 pontos).

  • tempo: se manter entre 5 e 10 minutos (10 pontos).

  • fluência: fala contínua, vocabulário técnico, empostação da voz etc. (10 pontos).